O conceito de Raça,

O conceito de Raça, de um DNA realmente puro, fruto das ideologias nacionalistas do final do sec. XIX e início do XX, cairam por terra. Não há pureza...

1 0
1 0

O conceito de Raça, de um DNA realmente puro, fruto das ideologias nacionalistas do final do sec. XIX e início do XX, cairam por terra. Não há pureza étnica. Não há DNA “legítimo”. Há sim uma grande família humana, que briga todo santo dia… o sangue negro salva a vida do judeu sefaradin ou ashkenazin, que pode doar medula, pulmão, coração e pele ao árabe hitita, fenício, arameu, caldeu, elaniano…e por ai vai. Somos uma espécie, os aspectos raciais são infimos, definem cores, texturas, algumas predisposições (normalmente em populações que se isolaram por muito tempo, ou seja, não renovaram seus genes). Quando o mundo nos diz que brigamos com primos, nada poderia ser mais verdadeiro, pois toda briga entre humanos é uma briga de família.

Abraço!
Babel Hajjar

In this article

Join the Conversation