ESTRANGEIRO NUMA CIDADE MUITO LONGE

ESTRANGEIRO NUMA CIDADE MUITO LONGE

20/04/2007


Mahmud Darwish
Quando eu era pequeno
E bonito
Eu tinha a rosa como lar
E ao mares como poço

A rosa virou ferida
E os mares, sede

– Estou muito muddo?
– Não mude nada

Quando voltaremos, como o vento
Ao nosso lar
Olhe bem para mim
Verá que a rosa virou palmeira
Verá que o poço virou suor
Você achará que estou igual
Como quando
Era pequeno
E bonito

Deixe um comentário