Bibliografia : Ilan Pappé

  Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Ilan Pappé Ilan Pappé, em hebraico אילן פפה é um professor de história naUniversidade Britânica de Exeter. Nascido em Israel, ele foi docente em Ciências Políticas na Universidade de...

41 0
41 0

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Ilan Pappé

Ilan Pappé, em hebraico אילן פפה é um professor de história naUniversidade Britânica de Exeter. Nascido em Israel, ele foi docente em Ciências Políticas na Universidade de Haifa (1984-2007).[1]

Considerado um dos Novos Historiadores, examina criticamente aHistória de Israel e é abertamente antissionista. Ele faz uma análise profunda sob os acontecimentos da guerra 1948 (criação do Estado deIsrael) e seus antecedentes. Em particular, ele defende o ponto de vista palestino segundo o qual teria havido uma expulsão deliberada pelas forças israelitas e vai mais adiante, argumenta que existiu um plano elaborado ainda antes da guerra de 1948.[2]


Biografia e carreira acadêmica

Pappé nasceu em Haifa, um alemão-judeu que fugiu da perseguiçãonazista da década de 1930[3]. Aos 18 anos, ele serviu nas Forças Armadas de Israel, lutando na disputa das Colinas de Golã, em 1973, chamada Guerra de Yom Kippur.[4] Pappé foi graduado naUniversidade Hebraica de Jerusalém em 1978, e em 1984, sob a orientação do historiador árabe Albert Hourani e Roger Owen,[4]recebeu o título de doutor, a sua tese de doutorado se tornou seu primeiro livro, que levou o título de “Grã-Bretanha e o conflito árabe-israelense”, pela Universidade de Oxford. Ele era o Diretor Acadêmico da Projetos de trabalho para a paz entre israelitas e árabes, Givat Haviva do Centro Judaico-Árabe para a Paz, Instituto de Investigação para a Paz em Givat Haviva, 1993-2000, e foi presidente da Emil Touma (Instituto de Estudos palestinianos).

Em 1996, foi candidato à Knesset pela coligação Hadash, liderada peloPartido Comunista de Israel.

Até sua nomeação para a Universidade Britânica de Exeter, em 2007, Pappé viveu em Kiryat Tivon, com a esposa e dois filhos. [5]

Pappé deixou a Universidade de Haifa, em 2007após a sua aprovação ao boicote de Israel’ o que levou o presidente da universidade a demiti-lo. Pappé disse que achava que “cada vez mais difícil de viver em Israel “, com suas “indesejáveis opiniões e convicções.” Numa entrevista no Catar explicou a sua decisão, dizendo:

“Fui boicotado na minha universidade e houve tentativas de me expulsarem do meu trabalho. Estou recebendo ligações telefônicas com ameaças todos os dias. Não estou sendo visto como uma ameaça para a sociedade israelita, mas o meu povo pensa que eu sou louco ou que a minha opinião é irrelevante. Muitos israelenses acreditam também que estou trabalhando como mercenário para os árabes.” [6]

Ilan Pappé trabalha no departamento etnopolítico de história do século X da Universidade Britânica de Exeter.[7]

Seu trabalho é duramente criticado por outros historiadores, comoBenny Morris e Efraim Karsh e Seth J. Frantzman, que classifica o trabalho de Pappé como “um exercício cínico de manipulação de provas para se adaptar numa tese implausível (…) ele ignora contexto e tira conclusões escolhidas a dedo escolhendo algumas evidências convenientes e ignorando outras fontes inteiramente[8].

 

Obras

  • The Making of the Arab-Israeli Conflict, 1947-1951, I.B. Tauris, 1992
  • La guerre de 1948 en Palestine, La fabrique éditions, 2000,ISBN 226404036X
  • The Israel/Palestine Question, 1999
  • History of Modern Palestine: One Land, Two Peoples, Cambridge University Press, 2003 ISBN 0521556325
  • The ethnic cleansing of Palestine, Oneworld Publications Limited, 2007, ISBN 9781851685554 (traduction française : Le Nettoyage ethnique de la Palestine, Fayard, 2008, ISBN 9782213633961)

Ligações externas

Referências

  1.  Exeter Centre for Ethno-Political Studies, University of Exeter, UK. www.centres.ex.ac.uk.
  2.  PAPPÉ, Ilan – The Ethnic Cleansing of Palestine, 2007.
  3.  Dr.Ilan Pappé, The Only Jewish Academic Who Slams Israeli Occupation « Ahmed Ismail. Página visitada em 16 de janeiro de 2009.
  4. ↑ 4,0 4,1 Logos Journal
  5.  Alone on the barricades Meron Rapoport Ha’aretz, 6 May 2005
  6.  Academic slams Israel for land grab. Página visitada em 16 de janeiro de 2009..
  7.  Exeter University
  8.  FRANTZMAN, Seth J. – Flunking History: Ilan Pappé’s The Ethnic Cleansing of palestine; A ‘New historian’ twists the facts to indict Israel,” Middle Eastern Quarterly, vol. 15, no. 2, p. 70
In this article

Join the Conversation