Quem ganhou a guerra em Gaza? Reviewed by Momizat on . Quem ganhou a guerra em Gaza? Postado em 29 agosto de 2014por Maria Landi Samah Sabawi * Tradução: Maria Landi   Crédito da foto sem Al Shabaka . Muitas di Quem ganhou a guerra em Gaza? Postado em 29 agosto de 2014por Maria Landi Samah Sabawi * Tradução: Maria Landi   Crédito da foto sem Al Shabaka . Muitas di Rating: 0

Quem ganhou a guerra em Gaza?

Quem ganhou a guerra em Gaza?

Samah Sabawi *

Tradução: Maria Landi

 

Crédito da foto sem Al Shabaka.

Crédito da foto sem Al Shabaka .

Muitas discussões sólidas e complexas estão se concentrando em uma simples pergunta: Quem pode reivindicar a vitória na guerra contra Gaza? Os termos do cessar-fogo revelar que nem o Hamas nem Israel conseguiram o que queriam. Então, quanto se perdeu e quanto se alguém conquistada e que veio a ser o vencedor?

Hamas foi capaz de exercer a dissuasão, mostrando um incrível nível de resistência e força, mesmo com armas primitivas. Ele foi capaz de forçar Israel a aceitar uma flexibilização do bloqueio, permitindo um maior fluxo de mercadorias, ajuda humanitária e materiais de reconstrução, reduzindo zona de restrição para os palestinos a ter maior acesso a suas terras e se estende 9,6 km pesca limite ao largo da costa de Gaza. Diz-se que o Egito concordou em abrir a passagem de Rafah, desde que o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, para assumir a responsabilidade de administrá-lo. Acima de tudo, o maior e mais importante ganho foi aumentado Hamas apoio popular ea admiração dos palestinos e de todos os setores políticos, como se tornou o epicentro da resistência palestina. Escusado será dizer que não está claro se este apoio vai continuar nos próximos dias e meses que virão.

Do lado negativo, o Hamas foi incapaz de levantar completamente o bloqueio; porto falhou eo aeroporto que os palestinos queriam, e ele foi capaz de negociar a libertação de prisioneiros palestinos. Além disso, houve uma grande perda de vidas em Gaza: 2.142 pessoas foram mortas por Israel, a maioria deles civis, incluindo mais de 500 crianças. 540 mil pessoas foram deslocadas devido Israel deliberadamente destruíram suas casas e prédios de apartamentos. A infra-estrutura ea economia de Gaza estão em ruínas e quase metade da cidade foi reduzida a escombros. O Hamas também atraiu críticas de grupos de direitos humanos e observadores internacionais, disparando indiscriminadamente contra Israel e execuções extrajudiciais dos acusados ​​de colaboração.

Do lado israelense, o quarto exército mais poderoso do mundo não foi capaz de manter a sua operação terrestre na Faixa de Gaza, e falhou em sua remove declarado Hamas do poder, mesmo enfraquecer alvo. Você nunca sabe se Israel destruiu todos os túneis, diz que ele fez. Ele foi incapaz de quebrar o acordo de unidade entre o Fatah eo Hamas. Ele perdeu a guerra PR, quando as imagens de sua brutalidade em Gaza foram difundidos em todo o mundo. Também quase todas as vidas perdidas 69 soldados. Em troca de todos esses prejuízos, Israel ganhou acordo para impedir o lançamento de foguetes do Hamas contra o seu território, algo já acordado várias vezes antes, sem essa exposição maciça de selvageria.De fato, Israel tem conseguido muito pouco, exceto que a sua lista de crimes de guerra contra os palestinos e cresceu.

Assim como nos alegramos de que os dois lados chegaram a um acordo e as bombas pararam de cair, é preciso reconhecer que o cessar-fogo é apenas uma solução rápida para um problema maior. As políticas de limpeza étnica e espoliação do povo palestino começou a mais de 67 anos por Israel continuar rapidamente, sem prestação de contas. Por mais de 50 dias, temos assistido como Israel vai garantir a impunidade por atos pisoteio direito internacional e para os seres humanos e os seus meios de subsistência. Enquanto isso, o povo palestino foram deixados para morrer sob o olhar indiferente da comunidade internacional.

Uma mudança fundamental, que já está em andamento é necessário. Se houver uma vitória reivindicação, seria principalmente uma vitória para os palestinos de Gaza, que têm mostrado incrível paciência, tenacidade e sacrifício em busca da liberdade. Em menor escala, é uma vitória para as pessoas de consciência em todo o mundo, a partir do qual eles abandonaram suas lealdades tribais e disse: “Não em meu nome”, até que saiu da linha de sua facção e disse: “Estamos todos juntos nisso” -pessoas movimento global de solidariedade a Palestina em diversas áreas.

Eles podem reivindicar a vitória marcha em protesto contra os milhões em todo o mundo que fizeram ações criativas em portos marítimos, as mensagens em outdoors e cartazes, desligou os palestinos bandeira pontes altas e projetado sobre os edifícios do Parlamento.Esta é uma vitória para aqueles que ocuparam os telhados das fábricas de armas e dançou em flash mobs em shoppings. Esta é uma vitória para o movimento de boicote, desinvestimento e sanções, que viu um aumento enorme no apoio de artistas, acadêmicos, políticos e sindicatos.

Então, quem realmente ganhou a guerra em Gaza? A causa palestina fez.

 

Samah Sabawi , exílio palestino, na Austrália, é um poeta, dramaturgo de sucesso, analista político e ativista dos direitos humanos.  Postado em Oriente Médio Eye.

Moradores da torre italiana destruída por Israel dois dias antes do cessar-fogo.

Crianças residentes da torre italiana destruída por Israel dois dias antes do cessar-fogo.

Veja aqui esta excelente tour virtual de fotos panorâmicas em 3D , onde você pode ver a grande destruição causada pelo exército israelense no último ataque à Faixa de Gaza. À direita está a galeria de fotos das várias áreas da Faixa de Gaza . Para a esquerda é o mapa com a localização diferente para Gaza, onde foram capturados fotografias. Usando o botão esquerdo nas imagens para mudarem a imagem 360 graus, e se você usar o zoom vai apreciar cada detalhe da grande devastação em toda a área. Esta grande obra foi feito pelo fotojornalista Lewis Whyld Daily Telegraph.

Vídeo Poderoso (legendado em castelhano) Grupo de Solidariedade escocês Palestina combinando imagens de Gaza com ativistas em ações contra a Escócia Raytheon fábrica de armas:
 https://www.youtube.com/watch?v=ra5EI51EIIM#t=483

Deixe um comentário

Você deve ser logged em para postar um comentário.

Voltar para o topo