O muro da vergonha! Reviewed by Momizat on . A notícia não é nova. Desde Dezembro do ano passado (2009) o governo egípcio anunciou a construção de um muro de 10 km na fronteira com a Faixa de Gaza. O intui A notícia não é nova. Desde Dezembro do ano passado (2009) o governo egípcio anunciou a construção de um muro de 10 km na fronteira com a Faixa de Gaza. O intui Rating: 0

O muro da vergonha!

A notícia não é nova. Desde Dezembro do ano passado (2009) o governo egípcio anunciou a construção de um muro de 10 km na fronteira com a Faixa de Gaza. O intuito, segundo o governo egípcio, é frear o ‘contrabando’ de alimentos, bens e armamento ao território sob bloqueio israelense. Além da longa extensão, o muro entrará no solo cerca de 20 ou 30 metros e de acordo com especialistas será impossível realizar qualquer tipo de corte ou fundição. Apesar de o muro ser construído com enormes placas o governo egípcio acredita que esta nova condição não irá finalizar totalmente as atividades de ‘contrabando’.

O cerco: A outra fronteira de Gaza, com Israel, conta com uma ultravigiada barreira, enquanto o espaço marítimo do território palestino é controlado por navios de guerra israelenses. (Fonte: g1.com).

Pois bem, o povo palestino (em Gaza) está morrendo de fome. As pessoas não sabem, mas essa é a realidade. Israel fechou todas as saídas e sequer comida entra. Daí eu pergunto: o que Israel quer? O que Gaza, ou os palestinos daquele lugar podem fazer contra eles? Um povo massacrado que ainda tenta se reerguer.

Acho importante lembrar que o pretexto que motivou Israel a atacar Gaza no final de 2008 foram os ataques que o Hamas estaria mantendo contra um vilarejo na fronteira com Israel. Alguém sabe dizer quantos israelenses morreram? Ou, alguém poderia me dizer se isso é realmente motivo suficiente para se iniciar uma guerra covarde, onde mais de 1.400 palestinos morreram, transformando Gaza, hoje, na maior prisão ao céu aberto do mundo?

Sinceramente, o pior de tudo é ver os países árabes omissos, ou pior que isso é ver o Egito, como um país árabe-islâmico contribuir com o regime imperialista de Israel. Por isso, cabe aqui dizer que o problema é mais complexo. Egito não detém o controle de sua fronteira e sim Israel. Israel por sua vez recebe o apoio dos Estados Unidos na construção do dito muro solidificando o cerco e concretizando a prisão dos palestinos.

Karen Abu Zeid, Comissário Geral da Agência da ONU para os Refugiados declarou: “O muro de aço que o Egito está construindo na fronteira com a Faixa de Gaza é produzido e financiado pelos Estados Unidos e faz parte de um acordo sigiloso feito durante a precedente administração americana”.

Deixe um comentário

Você deve ser logged em para postar um comentário.

Voltar para o topo