Resolução n.º 271 ( 1969) de 15 de setembro de 1969

Observando o ultraje universal na profunção da mesquita Al-Aqsa e pedindo a Israel para rescindir todas  as medidas  que mudem o status de Jerusalém.   O Conselho de Segurança. Preocupado com o extenso prejuízo causado prlo ataque a bomba à Mesquita Al-Aqsa em Jerusalém, em 21 de agosto de 1969, sob ocupação militar de Israel,   Atento à perda disso resultante para a cultura  humana, Tendo ouvido ...

Ler mais

Resolução n.º 298 ( 1971) de 25 de setembro de 1971

Deplorando  a recusa de Israel a acatar as resoluções das Nações Unidas concernentes a medidas para mudar o status de Jerusalém,   O conselho de Segurança Recordando suas resoluções 252 ( 1968) e 267 (1069) e as resoluções  anteriores  2253 (ES-V) e 2254 (ES-V) de julho de 1967, da Assembléia Geral, concernentes a medidas e ac de Israel destinadas a mudar o status da parte de Jerusalém ocupada por Isra ...

Ler mais

Resolução n.º 446 ( 1979) de 22 de março de 1979

Determinando que a pratíca israelense de criar colônias nos territórios palestinos e em outros territórios árabes  é uma grave obstrução à paz no Oriente Médio e não tem valor legal.   O Conselho de segurança, Tendo ouvido a declaração do Representante  Permanente da Jordânia e outros declarações feitas ante o Conselho, Enfatizando a urgente necessidade de conseguir um paz ampla, justa e duradura no Or ...

Ler mais

Resolução no. 452 (1979) de 20 de julho de 1979

Pedindo às autoridades de ocupação israelense para cessar atividades de assentamento nos territórios árabes ocupados, incluindo  Jerusalém   O Conselho de Segurança Analisando o relatório   e as recomendações da comissão o Conselho de Segurança criada pela resolução 446 (1979) para examinar a situação relacionada com as colônias nos territórios árabes ocupados desde 1967, incluindo jerusalém, contidos ...

Ler mais

Resolução No. 465 (1980) de 1o de Março de 1980

Pedindo a Israel para desmontar as colônias nos territórios árabes ocupados, incluindo Jerusalém, e para pôr fim ao planjemanto  e à construção de tais colônias   O Conselho de Segurança Tendo em vista os informes da Comissão do Conselho de Segurança criada pela resolução 446 (1979) para examinar a situação relativa às colônias nos territórios árabes ocupados desde 1967, incluindo Jerusalém, contidos n ...

Ler mais

Resolução No. 476 (1980) de 30 de junho de 1980

Declarando nulas e vazias as medidas adotadas por Israel   para mdar o caráter de Jerusalém O Conselho de Segurança, Considerando a carta de 28 de maio de 1980 do representante do Paquistão o atual Presidente da organização da Conferência Árabe, como contida no documento S/13966 de 28 de maio de 1980, Reafirmando que a aquisação de território pela força é inadmissível, Tendo em vista o status específico de ...

Ler mais

Jerusalém e o Direito Internacional – Henry Cattan

Henry Cattan   Jerusalém é singular entre todas as cidades do mundo devido a sua associação com as três religiões monoteístas, que têm seus lugares santos dentro de seus recintos, todos as três já governaram a cidade, uma vez ou outraç os judeus durante 72 anos nos tempos bíblicos, os cristãos durante cerca de 400 anos entre os  séculos IV e VII e, outra vez, no século XX, e os muçulmanos ( Árabes e Tu ...

Ler mais

Projetando Jerusalém – Dr. Edward W. Said

Edward W Said é um proeminente professor universitário palestino nascido em Jerusalém, atuante, ensina Inglês e Litaratura Comparada na Universidade de Colômbia, Nova Iorque. O ensaio acima compreende excertos de uma conferência temática que ele fez sobre Jerusalém em Londres, em 15-16 de junho de 1995.   Em Maio de 1991, fui convidado pela Universidade de Cidade do Cabo para proferir a palestra do AW Davie ...

Ler mais

O BAIRRO ISLÂMICO

O Bairro Islâmico se desenvolveu ao redor da Mezquita Aqsa. A comunidade Muçulmana deu preferência para residir ao lado da muralha oeste e norte da mesquita. O Califa Omar alentou aos Muçulmanos a viver em Jerusalém desde o Século VII AC. Muitas tribos árabes se estabeleceram nos bairros de Jerusalém desde esta época. No entanto, a maioria da população islâmica se mudou para Jerusalém depois da construção d ...

Ler mais

O Bairro Armênio

Os Armênios são uma das três maiores comunidades dentro da antiga cidade, em termos de poder e população. Muitos Armênios chegaram em Jerusalém depois do massacre de 1909, perpetrado pelos turcos. Havia cerca de 5.000 pessoas em 1947 em comparação às 500 existentes neste último século. A história da comunidade Armênia em Jerusalém data do século IV A.C., como se observa nas muitas igrejas descobertas na cid ...

Ler mais
Voltar para o topo