ENTREVISTA: Edward Said

  Carlos Graieb Edward Said é o único intelectual palestino de renome mundial. Passou, no entanto, a maior parte da vida distante de seu país de origem. Nascido em Jerusalém, em 1935, mudou-se para os Estados Unidos em 1951 e vive lá até hoje. Ensina literatura comparada na Universidade Colúmbia, em Nova York, e mantém uma coluna de crítica musical no jornal The Nation. Um de seus livros, Orientalismo, ...

Ler mais

Verdade e reconciliação

Verdade e reconciliação Edward Said in Al-Ahram janeiro de 1.999     Tendo em vista o fracasso do governo Netanyahu sobre o acordo de paz, é tempo, mais uma vez, de se questionar se todo o processo iniciado em Oslo, em 1993, é o instrumento correto para trazer a paz a palestinos e judeus. Penso que o processo de paz adiou a verdadeira reconciliação que precisa acontecer, se é que os cem anos de gu ...

Ler mais

Edward Said, a filologia e o tal relativismo

Seja bem-vindo ao Para Ler Sem Olhar! Foi o Google que te trouxe aqui, como resultado de uma pesquisa sua. Talvez outros artigos deste blog te interessem. Visite o quanto quiser, sinta-se em casa. Para saber das novidades, basta clicar na barra ao lado direito para receber um aviso a cada vez que o blog for atualizado. Obrigado e espero que nos reencontremos! No prefácio à edição de 2003 de Orientalismo, Ed ...

Ler mais

Na imprensa

  Um artigo e um abaixo-assinado provocam debate no Brasil sobre o papel público do intelectual O início Assim começa o debate: o artigo ‘Edward Said (1935-2003)’, do crítico e poeta Nelson Ascher, é publicado em 29 de setembro no jornal Folha de S.Paulo. Fazia menos de uma semana que Said havia morrido, em Nova York. Ascher argumenta que Said – por seu engajamento – introduziu no meio acadêmico um par ...

Ler mais

EDWARD W. SAID: A única e última voz avisada, o último judeu-palestiniano

Muito bem, vou seguir uma vez mais o conselho do leitor GL, propor que se abandone toda e qualquer demagogia sobre algo tão trágico como o conflito Israel-Palestina, tragédia que necessitaria da dimensão de um Bach para ser descrita, como diz Edward Said numa célebre entrevista a Ari Shavit, publicada a 18 de Agosto de 2000 no Ha’aretzde Tel Aviv. O problema é que em vez de Bach temos hoje Ehud Olmert, Abba ...

Ler mais

O intelectual Edward Said narra a história de sua Palestina varrida do mapa

  Coletânea Fora do Lugar O intelectual Edward Said narra a história de sua Palestina varrida do mapa Mariane Morisawa Em 1994, quando descobriu que sofria da leucemia que o mataria em setembro do ano passado, o crítico literário e professor Edward Said resolveu escrever suas memórias. A vida de um intelectual, ainda que brilhante como ele, não costuma ser palpitante. Mas o autor de Orientalismo, um ma ...

Ler mais

Assim a paz não virá

    Assim a paz não virá Entrevista de Edward Said em 23/06/2003 Edward Saidnasceu em 1935, em Jerusalém. Em 1948, juntamente com a sua família, foi obrigado a deixar a Palestina. Said estudou e viveu no Egito e nos Estados Unidos, onde se formou na Universidade de Princeton e foi professor de literatura inglesa na Universidade de Columbia, em Nova York. Duas coletâneas recém-lançadas no Brasil of ...

Ler mais

CENTRO DE PESQUISA EDWARD SAID – Orientalismo e estudos pós-coloniais: invenções de um Oriente e de espaços não-ocidentais

CENTRO DE PESQUISA EDWARD SAID - Orientalismo e estudos pós-coloniais: invenções de um Oriente e de espaços não-ocidentais A construção teórica do Oriente, que aparece em obras do século XIX e iní­cio do XX, teve como objetos iniciais o Egito, a Palestina, a Sí­ria, a Argélia e Marrocos, entre outros, de acordo com os estudos teóricos de Edward Said, em especial "Orientalismo", de 1978. Em seguida, analisou ...

Ler mais

O FIM DE OSLO

Por Edward Said Errado desde o início, o processo paz de Oslo entrou em sua fase terminal de confrontação violenta, com a repressão isralense inteiramente desproporcional, com a revolta palestina disseminada e grande perda de vidas, principalmente de palestinos. A visita de Ariel Sharon a Haram al-Sharif, no dia 28 de setembro, não aconteceu sem o consentimento de Ehud Barak. Como é que Sharon apareceu por ...

Ler mais

Recordações de Edward Said

Edward Said foi um amigo e camarada de longa data. Conhecemo-nos em 1972, num seminário em Nova York. Mesmo naquela época turbulenta, uma de suas características mais marcantes era seu primor no trajar: tudo era meticulosamente escolhido, até as meias. É quase impossível imaginá-lo de outro modo. Em 1997, em uma conferência em sua homenagem na cidade de Beirute, Edward insistiu em acompanhar a mim e Elias K ...

Ler mais
Voltar para o topo